Pesquise aqui

Custom Search

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Crianças e Animais

Em primeiro lugar, aqui vou colocar A MINHA OPINIÃO sobre crianças com animais. 
As crianças são os adultos de amanhã e para vivermos em um mundo honesto e equilibrado, precisamos passar essa honestidade e equilíbrio para elas. Uma criança que não respeita os animais, será um adulto que não respeita os animais e criará filhos que aprenderão a não respeitar os animais... Por isso, nós que nos importamos com os bichos, devemos passar em frente a importância do respeito, e assim fazer as crianças de hoje virarem adultos conscientes no futuro.

BICHO NÃO É BRINQUEDO
Esse é o primeiro ponto! Nenhuma criança pode ver um filhote de cachorro como um presente de natal, como um brinquedo. Um animal é um novo membro da família, e não algo que pode ser jogado fora quando a criança enjoar. Por isso aconselho a todos os pais que não dêem animais como presentes de datas especiais. E isso vale até mesmo para o dia dos namorados! Se quiser dar um cachorro, um gato, um pássaro, hamster, peixe, o que for, dê fora da data festiva. Dê o animal para alguém sem que ele seja um presente de natal ou de dia das crianças. E antes de dar o bicho, é preciso ter uma conversa seria com a criança e com todos da casa. Se alguém na casa não gosta de bicho e não quer o animal, não dê. E só dê um animal para uma criança se ela tiver consciência que ele não é um brinquedo e sim um novo membro da família. E o principal, NUNCA DÊ um animal de surpresa! A pessoa deve saber que você vai dar, deve ter a chance de dizer se quer ou não, se terá tempo de cuidar ou não, deve ter a chance de decidir se o tamanho e os gastos do bicho podem ser aqueles... A pessoa tem total direito de decidir se pode ter responsabilidade com aquele animal ou não. A criança só deve ganhar um animal quando tiver idade suficiente para conseguir cuidar, limpar alimentar, passear sozinha com ele. E a criança tem que saber que o animal não é um brinquedo, que sente dor, que tem necessidades e precisada amor. Vou abordar esse assunto agora.

RESPEITANDO O ANIMAL
Isso vale tanto para crianças quanto para adultos. É preciso ensinar a criança a cuidar do bicho. Ajude, mas deixe que ela mesma dê a comida, troque a água dele com você, recolha o cocô, limpe a gaiola ou aquário... E quando sair para passear ensine a criança a segurar a guia da forma correta e sem risco do animal fugir. A criança precisa saber o tipo de carinho e de brincadeira que pode ser feito no bicho, precisa saber até que ponto ela pode brincar com ele sem machucá-lo ou perturbá-lo. Saber o modo correto de carregar, não deixar cair no chão, não dar comida que não seja a ração dele... A criança também precisa aprender a não deixar que nenhum amiguinho machuque seu animal. É importante deixar claro que o cachorro é como se fosse outra criança. Ele sente dor, fome, frio, calor, e precisa de muito carinho. Ensine que as lambidas são os beijos que ele dá é a forma dele dizer que gosta de alguém. Se a criança xingar ou bater no animal ela deve ser repreendida duramente para ter certeza que aquela ação não será tolerada! A criança precisa respeitar para ser respeitada. Se ela estiver perturbando o cachorro e ele mostrando os dentes, avise que ela está errada e que ele vai morder. Se ela não parar e o cachorro for pequeno, deixe ele dar um susto nela só para poder dizer Ttá vendo? Eu te avisei". E SEMPRE que a criança fizer algo ruim, obrigue-a a pedir desculpas ao animal. Ele não vai entender, mas isso é importante para o psicológico da criança.

NÃO MEXER COM ANIMAIS DESCONHECIDOS
Quando uma criança gosta de bicho, gosta de qualquer bicho. É importante explicar que não se pode sair pegando ou encostando em animais que não conhecemos. Que ele pode se assustar e morder, pular, machucar. Ensine a criança a manter distância e observar. Pegar em outros bichos apenas se estiver com um adulto responsável e comhecido, que já esteja pegando no novo bicho. Assim você evita que a criança seja atacada ou leve um susto por pura inocência. Uma criança que leva um susto de um cachorro desconhecido pode ficar traumatizada e passar a ter medo ou odiar animais.

ENSINE A CRIANÇA A NÃO TER MEDO
Nao existe nada pior que pais imbecis deixarem uma criança chorar e se esgoelar sempre que ver um bicho. Os pais não podem aceitar tal comportamento! É importantíssimo acostumar as crianças desde bem pequenas com animais. Ensine o modo de fazer carinho, não deixe que elas puxem orelhas ou rabos... Ensine a criança que o animal é um amigo exatamente como ela. Uma criança com medo de bicho cresce e vira um adulto fresco e otário. Eu não quero isso pros meus filhos, e acredito que ninguém quer! Então deixe a criança ser feliz e socializavel com animais.

FAÇA A CRIANÇA PESQUISAR A RESPEITO
Vamos aproveitar a onda tecnológica que as crianças vivem a nosso favor! Faça pesquisas na internet junto com a criança, pesquise sobra s dúvidas dela, sobre o animalizando dela, o que ele pode comer, o que não pode... Quanto mais a criança conhecer os bichos, mais humanizada ela será! E mais honesta será com os bichos. Se você souber de algum animal que ela não conheça, alguma curiosidade, coisas novas, conte para a criança e faça pesquisas com ela para que ela aprenda sempre mais sobre todos os animais.

DÊ O EXEMPLO
Não existe nada melhor que o exemplo dos adultos para uma criança. Então não adianta querer que ela trate os animais bem se você não gosta deles. Não permita que ninguém fique reclamando dos bichos, de sujeira, de mal cheiro, de gastos... Não permita que ninguém machuque ou maltrate os animais. Não bata nem humilhe os animais. Dê o exemplo principalmente de alto controle quando acontecer um problema ou o animal fizer algo errado. Trate os animais bem, fale com eles de modo carinhoso, pegue no colo, sente no chão para brincar com eles... E a criança vai achar que esse é o modo correto e normal de lidar com bicho. Se você chuta, quer deixar o bicho sempre preso no quintal, reclama que ele fede, fala que não quer mais aquele bicho ali.... A criança vai achar que é assim que se deve tratar um bicho e se tornará um adulto tão idiota quanto você. Então mesmo que você não goste de bicho, não demonstre isso. Você não foi educado pelos seus pais como deveria, mas faça com que seu filho seja!

Texto: Vivian Roncon

Nenhum comentário:

Postar um comentário