Pesquise aqui

Custom Search

sábado, 2 de agosto de 2014

Hipertermia / Calor Extremo

No verão a hipertermia vira um grande problema. Não é difícil ver notícias na TV de crianças que morreram porque os pais a deixaram no carro, né? Isso porque o calor provoca a hipertermia que leva à morte. E do mesmo modo que ocorre em crianças, ocorre em cães e gatos. Meia hora pode matar um cachorro preso no carro. Ficar no sol, em lugares abafados, sem água, também podem fazer o cachorro esquentar demais por dentro e desmaiar.


HIPERTERMIA EM CÃES E GATOS
Tanto os cachorros como os gatos não transpiram. Então o calor dentro deles não pode sair, a não ser pela respiração. É através dela que os cães conseguem controlar a temperatura do corpo, por isso quando estão cansados ou com calor colocam a língua para fora.
Só que no verão, e nas cidades do norte e nordeste do Brasil, o ar é quente e úmido. Então quando o cachorro tenta respirar para baixar um pouco a temperatura do corpo, o ar que entra é quente e prejudica a respiração! Como resultado o cachorro não consegue baixar muito a temperatura do seu corpo.


GRUPO DE MAIOR RISCO
• Animais obesos
• Animais com pelagem densa e fechada
• Animais de focinho achatado (braquicefálicas)

Isso porque nos gatos persa, exóticos e nos cães de focinho achatado (como o Pug, Bulldog, Boxer, Pequinês...) já não conseguem respirar bem. Esses animais já sofrem no clima comum, imagina então no calor? Eles ofegam, ofegam, e não conseguem baixar a temperatura do corpo. Começam a cozinhar por dentro.


COMO PREVENIR A HIPERTERMIA

• EM CASA
Não pode deixar o animal preso do lado de fora da casa no sol, sem ter um canil ou abrigo com sombra e água fresca.  Também não pode deixar o cachorro ou gato preso em casa, em residências abafadas, com janelas fechadas ou onde o sol forte esquenta muito.  O animal precisa ter sempre água limpa e em temperatura ambiente. A água nunca pode ficar no sol! Ninguém merece ter sede e beber água morna, né? Casas que tem carpete ou muitos tapetes, devem ter um lugar com azulejos para que o cão possa deitar lá e se esfriar. Se a raça do seu cachorro aceita tosa, procure manter o pelo mais baixo, pelo menos na barriga, nos períodos mais quentes do ano.
- Água limpa e fresca sempre
- Pode jogar umas pedras de gelo na tigela de água 
- Não deixar todas as janelas fechadas
- Não deixar preso no sol
- Dar um lugar com azulejos para que ele deite
- Tosa pelo menos na barriga nos períodos quentes


• NO CARRO
Nunca, jamais, deixe seu cachorro preso no carro. Nem mesmo se as janelas ficarem abertas! Acontece que o nervosismo e ansiedade de passear podem deixar o corpo do animal ainda mais quente. Ele fica mais ofegante e com maior dificuldade de equilibrar a temperatura do corpo, pode do morrer em meia hora. Se houver ar condicionado, deixe- o ligado durante todo o passeio de carro. Se não tiver ar condicionado, abra as janelas e deixe o vento entrar no carro. Não deixe o cachorro por a cabeça pra fora da janela porque é perigoso! 
Se você precisar ficar com o carro parado, esperando alguma coisa com o cachorro lá dentro, procure uma vaga que tenha sombra e deixe as janelas e portas abertas se não tiver ar condicionado. E lembre-se de levar uma tigelinha e uma garrafa de água para oferecer ao cão no carro. Se ele ficar muito nervoso e ofegante, pare o carro em um lugar de sombra, preferencialmente com grama, e desça com o animal para ele se acalmar e se resfriar um pouco antes de retornar ao carro.
- Se tiver ar condiciona, deixe-o ligado o tempo todo
- Nunca deixe o cão no carro. Ele pode desmaiar ou morrer em pouco tempo.
- Leve água e uma tigelinha para oferece ao animal
- Se parar o carro, procure uma sombra


COMO RESFRIAR O ANIMAL EM CASOS DE HIPERTERMIA
Você pode molhar as patinhas e barriga do animal, com panos molhados, na pia (se ele for pequeno), ou com borrifadores. Se o cão ou gato estiver muito ofegante e nervoso, molhe uma toalha com água fria e enrole no corpo dele. Se houver a chance de colocar o animal em um local com ar condicionado, faça isso para que ele esfrie um pouco a temperatura do corpo. Se não houver ar condicionado, ligue um ventilado no chão e deixe que o animal se deite na frente dele. Deixe o animal na sombra e mantenha ele o mais calmo possível! Também pode dar água fresca e pedrinhas de gelo para ele lamber. Em casos extremos, se o animal estiver passando muito mal, molhe ele no chuveiro com água em temperatura ambiente ou fria. Só tome cuidado para não resfriar o animal muito bruscamente com a água e dar um choque térmico. 
- Ligar um ar condicionado 
- Ligar um ventilador e deixar no chão 
- Dar água fresca
- Dar pedrinhas de gelo pra ele lamber
- Borrifar água na barriga e patas 
- Enrolar uma toalha molhada no cachorro
- Molhar o animal na pia ou no chuveiro


Texto e Fotos: Vívian Roncon

2 comentários:

  1. Olá.
    Quero comprar um Spliz anão e estou pesquisando sobre. Li seu post sobre a diferença entre Laranja Normal e o Sable, e decidi que quero o mais clarinho, o Laranja Normal. Mas todos quando filhotinho são bem escuros, então como eu vou identificar se é o Laranja Normal ou se é o Sable? Pois de todos os canis que eu vi até agora, nenhum citou a cor Laranja Sable.
    Obg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi yasmin!
      alguns canis resgistram todos como laranja no pedigree. mas vc pode perguntar ao criador na hora que ele com certeza vai lhe dizer se nascem sables ali ou apenas laranja normais.
      no geral, os sables costumam ter o focinho e a boca negros quando são filhotes. e os laranja já tem o focinho cinza ou alaranjado.
      se vc quer um filhote que tenha o rosto bem claro, procure um filhote que nao tenha o focinho preto.
      vou acrescentar foto de filhotes aqui no post de laranja normal x sable. pra vcs conseguirem diferenciar os dois, ok?

      Excluir