Pesquise aqui

Custom Search

terça-feira, 15 de abril de 2014

Chocolate? Veneno para cães!

Imagem de verdadeabsoluta.com

Gente, muitos sabem, mas não todos. Por mais que os cães peçam, farejem, salivem, não pode dar chocolate a eles! O cheiro chama a atenção dos cães e é lógico que se você der ele vai comer adorando, mas o chocolate é um veneno e responsável por matar muitos cachorros todos os anos!

E eu não estou falando de muito chocolate não. Apenas um pedacinho, um biscoito de chocolate, sorvete de chocolate, pode intoxicar o animal e trazer sérios danos. Por isso existem chocolates feitos exclusivamente para cães! Eles são encontrados em petshops.

Lógico que a quantidade de chocolate necessária para levar um cachorro à morte depende do porte do animal. Os miniaturas, como o spitz alemão, podem morrer com uma mordida do doce. 


CUIDADOS NA PÁSCOA

Principalmente quem tem criança em casa precisa orientar e tomar mais cuidado. Explique para as crianças que o cachorro irá morrer se comer chocolate e que ela estará salvando a vida do amigo não deixando ele se aproximar do doce, nem para provar! 

Na páscoa explique para todos na casa que os ovos nunca devem ficar na cama, chão ou sofá, mesmo que fechados. Afinal o cheiro convidativo vai fazer o cão abrir a embalagem e comer. 
Conheço uma pessoa que perdeu um yorkshire na páscoa! Ela estava comendo o ovo de chocolate na cama, levantou pela ir no banheiro e quando voltou o cachorro já estava morto em cima da cama após comer 1/4 do ovo tamanho 15. Então não arrisque da sorte nem por 1 minuto! E não atice seu cachorro a querer chocolate, falando com ele de perto com hálito do doce, deixando lamber seus dedos, etc... Ele vai aprender que além do cheiro o gosto é bom! Aí ele tentará conseguir o chocolate sempre que o farejar.

Imagem de saudeanimal.com.br

PORQUE O CHOCOLATE MATA?

O chocante possui uma substância chamada TEOBROMINA que é da mesma família que a cafeína. Acontece que a teobromina é encontrada principalmente no cacau e no guaraná. O chocolate branco tem uma taxa um pouco menor da teobromina, mas o chocolate ao leite e o amargo possuem uma enorme quantidade dela.

A quantidade de Teobromina é pequena o suficiente para que o homem consiga a digerir e metabolizar. Mas para os animais, que possuem um metabolismo mais lento, a Teobromina não digerida causa o envenenamento e a morte.

A intoxicação por Teobromina inclui:
  • Lesões no sistema nervoso
  • Crises alérgicas
  • Desidratação
  • Exitação
  • Arritmia ou taquicardia 
  • Tremores
  • Ataques epilépticos
  • Aumento da pressão arterial 
  • Coma
  • Morte

E além de tudo isso, o chocolate possui uma enorme quantidade de açúcar. E tanto ele como outros alimentos doces não devem ser dados aos cães para evitar as cáries e outros problemas dentários.

CHOCOLATE ESPECIAL PARA CACHORRO

Para suprir essa falta e essa vontade (que geralmente vem dos donos), algumas empresas desenvolveram um chocolate específico para cães. Na verdade não é chocolate! Não possui açúcar nem teobromina, apenas tem o cheiro e o sabor semelhantes ao do chocolate que conhecemos. Em qualquer petshop você encontra diversos tipos diferentes, inclusive ovos para a páscoa!


Texto: Vívian Roncon

Imagens:
Pet Rede - petrede.com.br
Saúde Animal - saudecanina.com.br
Verdade Absoluta - verdadeabsoluta.com

sábado, 29 de março de 2014

Calendários de Vacinas para filhotes e adultos

As vacinas são muito importantes para imunizar o animal e evitar que ele contraia doenças sérias, irreversíveis e que podem matar. O calendário de vacinação deve ser feito pelo veterinário do seu animal e seguido à risca. Vacine sempre que estiver marcado na carteirista, podendo mudar a data para uns 5 dias antes ou depois. Mas é importante seguir a ordem e manter o espaço entre as vacinas correto, senão você pode fazer a vacina que seu cão tomou perder a eficácia. 

VACINAS DO FILHOTE

Elas são as mais importantes de todas. É nesse período que a imunização deve ser feita para a vida toda do animal. E é filhote que qualquer doença pode matar por ele não ter o sistema imunológico desenvolvido. O filhote só pode sair de casa de coleira quando completar todas as vacinas de filhote. Ele deve estar com a vacinação completa por volta dos 6 meses. Antes disso ele não pode ter contato com cães de outras casas, passear no chão, ter contato com objetos que tiveram contato com cães desconhecidos. Eu digo cães desconhecidos, porque logicamente se você tiver outro cachorro em casa que está com as vacinas em dia e limpo, o filhote pode ter contato com ele! O maior perigo é a rua e o chão, onde animais de rua e doentes podem ter passado.

Abaixo tem uma foto da carteira de vacinas da Sarita. Essas foram as 3 doses da Déctupla, de 21 em 21 dias, que ela tomou filhote! É a vacina mais importante para o cachorro, principalmente se ele for filhote.



~~ CALENDÁRIO DO FILHOTE

  • 20 Dias: Vermífugo
  • 30 - 42 Dias : Puppy DP (Não obrigatória) + Vermífugo
  • 45 Dias: Déctupla + Vermífugo
  • 75 Dias: Déctupla + Giardia + Vermífugo 
  • 105 Dias: Déctupla +Giardia + Vermífugo
  • 120 Dias: Leishmaniose (Não obrigatória)
  • 135 Dias: Déctupla + Anti-rábica + Vermífugo
  • 165 Dias: Déctupla + Bronco / Tosse Canina + Vermífugo


~~ CALENDÁRIO DO ADULTO
  • Déctupla: Semestral
  • Bronco / Tosse Canina: Anual
  • Giardia: Anual
  • Anti-rábica: Anual
  • Vermífugo: Trimestral


SOBRE CADA UMA DAS VACINAS



Puppy DP - NOBIVAC: Vacina Bivalente (cinomose e parvovirose)
Essa é uma vacina não obrigatória que apenas canis costumam dar aos filhotes. Quando um cachorro nasce de um criador caseiro ele não recebe essa vacina. Ela é contra cinomose e parvovirose, indicada para cães que correm risco ou que vivem em locais com muitos animais. Por isso os canis sérios tem a preocupação de dar esta vacina e vender os animais já vacinados com a vacina Puppy Bivalente. Mas se seu filhote não tem essa vacina na carteirinha não tem problema.



Déctupla V10 - VANGUARD PLUS: Vacina contra cinomose, parvovirose, corovavirose, parainfluenza, adenovirose, hepatite infecciosa e 4 tipos de leptospirose (canicola, grippotyphosa, pomona e  icterohaemorrhagiae)
Essa é a vacina mais importante do cachorro. Ela precisa ser dada a primeira vez ao filhote com cerca de 42 dias com intervalos de 3 a 4 semanas entre as doses. Depois de adulto o cachorro deve tomar a Déctupla 1 vez por amo, durante toda a vida. Ela veio para substituir o uso da vagina Óctupla.


Anti-rábica - DEFENSOR: Vacina contra raiva
Vacina que deve ser dada 1 vez por ano durante toda a vida do animal. A raiva está sendo erradicada do Brasil e por isso existem mutirões anuais de vacinação contra a raiva em postos de atendimento público. A vacina de raiva também é obrigatória caso você queira viajar com seu cão. Ele precisa ter tomado a anti-rábica entre 15 dias e 12 meses antes da data da viagem.




Bronco / Tosse Canina - BRONCHIGUARD: Vacina Contra Tosse dos Canis, Bordetella e Traqueobronquite
É uma vacina que protege o cachorro de infecções e doenças respiratórias sérias. Algumas protegem também contra gripe, mas no geral ela protege contra a traqueobronquite e a Tosse dos Canis.




Giardia: Vacina Contra Giardíase
Protege o cão da Giardia Lambia. Deve ter duas doses quando filhote e depois 1 dose anual. Essa é uma vacina não obrigatória, mas que é importante de ser dada principalmente aos filhotes.



Leishmania: Vacina contra Leishmaniose
É uma vacina cara e optativa. Para que o cachorro possa receber essa vacina ele precisa fazer um exame de sangue para ter certeza que não tem a doença. Após isso ele toma 3 doses de vacina, uma a cada 21 dias. A vacina não evita 100% a chance de contágio por leishmaniose, mas diminui bastante. O cachorro pode ser vacinado ainda filhote com 4 meses, e depois deve receber 1 vacina por ano.

Texto e Imagens: Vívian Roncon

Vermes e Vermífugo

Existem vários tipos de vermes que atacam os cães. E para cada tipo existe um vermífugo específico que apenas o veterinário pode prescrever. Vou falar então dos tipos de vermes que atacam os cães e da importância de proteger o animal com vermífugo periodicamente.

VERMINOSE
É uma enfermidade muito comum que atinge animais de todas as idades e pode ser fatal se não for combatida logo no início ou se o cão for filhote ou idoso. As vermes podem ficar alojadas no sistema digestivo, excretor ou até mesmo na cabeça ou coração. Se não for medicado e tratado, o cão sofre sérios riscos de morte pois as vermes se multiplicam muito rápido, sugam as energias e proteínas do animal, além de migrarem para outros lugares do corpo. Os vermes que afetam os cachorros podem ser classificados como "redondos" ou "chatos".

FILHOTES BARRIGUDOS
Como mostrei na lista dos sintomas, o aumento da barriga pode ser indicativo de VERMINOSE. Geralmente afeta filhotes, mas todos os cães estão sujeitos a terem esse aumento de barriga. Filhotes nascidos na rua ou de mães com vermes tem mais chance de apresentar esse quadro. Abaixo coloco duas imagens do site Ajuda Animais Valdirene Filadelfo (http://ajudaanimaisvaldirenefiladelfo.blogspot.com.br/2009/02/amigos-sabado-dia-150209-apareceu-na.html) que fotografou filhotes resgatados e barrigudos. As imagens servem para que quem nunca viu saiba a aparência da barriga de vermes.



O QUE AS VERMES FAZEM NO CORPO DO CACHORRO?
Elas provocam inflamação, infecção, irritação e até obstrução de órgãos e mucosas o de se alojarem. Os vermes podem causar a ruptura do intestino, anemia, diarréias e vômitos. Vasos sanguíneos podem ser fechados pela fixação das vermes, fazendo com que a circulação sanguínea pare de ocorrer novamente. Algumas vermes podem "pegar carona" no sangue do cachorro e ir parar em outros órgãos como o coração, pulmão, cérebro e rins.
Se as vermes se alojarem em algum órgão responsável pela nutrição do animal, irão ficar sugando as proteínas e vitaminas para si. Dessa forma o cachorro começa a ficar desnutrido, magro e fraco. 
Se muitas vermes se alojarem e reproduzirem dentro de um órgão,neste pode ficar totalmente obstruído e parar de funcionar. Além de tudo o cachorro pode ficar intoxicado pelas dezenas de toxinas excretadas pelas vermes.

COMO O CACHORRO PEGA VERME?
Ele pode se contaminar:
Pela via oral: ingerindo ovos, cistos ou larvas de vermes
Pela pele: por vermes que furam a pele do animal e entram ou se instalam ali mesmo
Pela gestação: é comum que filhotes de mães com vermes já nasçam infectados por culpa da placenta
Pela amamentação: as vermes entram no filhote através do leite da mãe 

SINTOMAS DO CÃO COM VERMES
- Fezes com aparência gelatinosa
- Fezes com um pouco de sangue
- Vômitos
- Convulsões 
- Anemia
- Depressão
- Remela ou lágrimas anormais
- Pêlo opaco e desgrenhado
- Emagrecimento
- Aumento do tamanho da barriga (barrigudo)
- Coçar o ânus no chão após defecar (arrastar o bumbum no chão)
- Comer mais que o normal
- Dormir mais que o normal
- Aparecer vermes nas fezes 


FEZES DO CACHORRO COM VERMINOSE
As vermes atacam o intestino grosso e isso provoca uma alteração nas fezes dos cães. Ela pode vir inteira mole, ou normal com o finalzinho mole com uma substância gelatinosa. É uma "gosma" transparente que pode ser amarela, vermelha ou verde, com a presença ou não de coágulos de sangue. Então à primeira vista os donos se desesperam achando que o cachorro pode estar com cinomose, pode ter sido envenenado.... Mas na verdade são as vermes apenas.
Essas duas imagens são do site Saúde Canina (sites.google.com/site/saudecanina) e mostram duas fotos de fezes de cães infestados por Giardia.


Preste atenção também se existem vermes nas fezes do seu cão pois elas podem vir de várias formas diferentes! Algumas são compridas e roliças como minhocas, outras são achatadas como uma fita, algumas podem ser muito minúsculas... E sempre repare se não saem ovos ou cistos que podem ser quadrados finos, bolinhas ou compridos como grãos de arroz. Se você achar algum desses, fotografe e leve a imagem para que o veterinário veja.


Só que cães aparentemente sadios também podem estar com VERMINOSE sem mostrar os sintomas. Por isso é importante manter i vermífugo sempre em dia. Geralmente quando os sintomas aparecem a quantidade de vermes ou a condição da doença já é bem grave.

VERMÍFUGO 
Ele precisa ser ministrado periodicamente. É dada a dose de vermífugo indicada pelo peso do cachorro e deve ser dado um reforço com a mesma dose após 15 dias. A vermifugacao tem efeito profilático para evitar que o cachorro se contamine, além de matar e excretar vermes que já existam. O vermífugo também é muito importante porque além de cuidar da vida do cachorro cuida da saúde dos donos, levando em conta que algumas dessas verminoses podem passar para os humanos pelas fezes ou saliva do animal.

CALENDÁRIO DE VERMIFUGAÇÃO DO FILHOTE AO ADULTO
Fêmea cruzando
Fêmea prenhe
20 dias
2 meses 
3 meses
4 meses
5 meses
6 meses
Trimestral para sempre
Texto: Vívian Roncon
Fotos da fezes: Saúde Canina https://sites.google.com/site/saudecanina

Berne e Bicheira (Miíase)

Muita gente pensa que bernes e bicheira são a mesma coisa, mas não são. Apenar de ambas serem larvas de mosca parasitando o animal, você vai ver aqui que são bem diferentes.

Ambos os problemas ocorrem principalmente em cães que moram em casa, chácaras ou fazendas. Animais que vivem em canis sujos também terão berne ou bicheira alguma vez na vida, por isso é importante manter o cão e o ambiente limpos, além de olhar sempre o animal para ver se não está machucado ou com algum problema. Bicheiras atacam muito os dedos dos cães, por serem um lugar úmido e de difícil acesso. Se seu cachorro começar a mancar ou a roer as patas, faça uma busca minuciosa entre os dedos dele para ver se tem algo errado.

INFESTAÇÃO POR BERNE
Não costuma matar o cachorro adulto, mas se for um filhote a quantidade de bernes for grande, pode matar sim. Cada berne mora em um furinho da pele, que fica inchadinho como uma espinha e com uma boquinha geralmente escura. Essa boquinha escura, nada mais é que o berne. Ele mora dentro da pele mas respira oxigênio, então precisa ficar com o respirador para fora. Enquanto ele respira vai comendo o cachorro por dentro, provocando dor, coceira e infecções. Como ele é uma larva de mosca, quando seja em um determinado momento vira uma pupa e depois sai do animal na forma de mosca adulta. Deixando para trás o buraco onde viveu e a casca de pupa. Esse lugar fica como uma ferida aberta e irritada, maravilhosa para outra mosca por um ovo. Apenas veterinários estão preparados para remover bernes!

INFESTAÇÃO POR MIÍASE - BICHEIRA
Essa é mais perigosa que o berne. A bicheira consiste em centenas de larva de mosca juntas, no mesmo ferimento e comendo o cachorro por dentro ao mesmo tempo. Feridas enormes que só pioram e crescem. As larvas podem cavar fundo e chegar a órgãos ou mucosas importantes para o cão. Além de provocar muita dor, mau cheiro e coceira, a bicheira pode deixar cicatrizes horríveis, como a falta de carne, ossos aparentes e mutilações. A bicheira mata e precisa ser combatida muito rápido. Se o cachorro tem um machucado e vive ao ar livre, precisa ser olhado todos os dias e o ferimento deve ser limpo e desinfetado para evitar que moscas ponham ovos ali. Se acontecer de aparecer uma larva no machucado o animal deve ser levado imediatamente ao veterinário que irá limpar, remover as larvas e fechar o machucado com curativo. Apenas veterinários estão preparados para remover bicheiras!

Essa imagem do site Dicas Peludas mostra a diferença entre Miíase e Berne.


RETIRANDO O BERNE
Essa sequência de fotos mostra um veterinário extraindo o berne da barriga do cachorro. Os donos dele foram até a clínica com suspeita de que o animal estava com um tumor de pele, mas ao examinar o médico percebeu que se tratava de um berne. Repare na primeira foto, a pela inchada e a boquinha do berne para respirar. Ao espremer a pele a larva começa a sair, mas isso só deve ser feito por um veterinário porque você pode esmagar o berne e matá-lo dentro do cão. Dessa forma um pedaço dele irá ficar dentro da pele, apodrecer e infeccionar, podendo trazer lesões muito mais graves para o cachorro. O veterinário sim sabe como apertar para retirar o berne inteiro da pele do animal.


RETIRANDO A BICHEIRA
Eu sinceramente me nego a por imagens de Miíase aqui para vocês. É uma coisa muito, muito feia que destrói o cachorro no lugar onde pegou. São imagens fortes e desagradáveis que eu não colocarei aqui. Quem quiser procurar no Google, fique a vontade, mas eu acho melhor não. Para retirar as larvas da Miíase o veterinário vai apertar a pele e retirar as que pularem com uma pinça. É um trabalho demorado que leva horas, principalmente por serem centenas de larvas juntas. Após conseguir retirar todas as larvas, o veterinário fará um curativo para desinfetar o machucado e o cão deverá ficar em observação para ver se alguma larva ficou escondida lá dentro da carne. Se alguma larva vier para a superfície o veterinário faz todo o procedimento de novo e desinfeta. O buraco que a bicheira deixa para trás é gigante e horrível. Livre das larvas, o veterinário precisa medicar o cão e fazer curativos até a inflamação diminuir, para então suturar onde for possível, buscando uma melhora na aparência do machucado. Cães perdem olhos, orelhas, patas... Tudo por conta de bicheira. Se o estado do cão for muito grave, mesmo removendo as larvas ele corre risco de morte pela intoxicação causada. Lembre-se que as larvas da Miíase vão comendo o cão por dentro e vão entrando cada vez mais fundo. Elas fazem a ferida crescer de um dia pro outro e se não for feito nada eles práticamente matam o cachorro o comendo vivo. Onde tem um machucado com bicheira outras moscas aparecem para colocar os seus milhares de ovos.... E é aí que o cachorro perde as chances de se livrar da doença. Por isso é importante olhar o cachorro sempre para que qualquer problema seja descoberto cedo e sanado.

REMOÇÃO CASEIRA x REMOÇÃO VETERINÁRIA
Lembre-se que para não ter problemas maiores o veterinário é que deve remover os bernes ou a bicheira. Mas se o cachorro morar na zona rural, longe de clínicas veterinárias, e a opção dele for morrer ou ter as larvas retiradas por alguém que não é veterinário, deixe a pessoa retirá-las. É preferível fazer errado tentando salvar o cachorro do que deixar ele ser comido vivo e aos poucos. Geralmente quem mora em fazenda já é acostumado com bernes e Miíase, esse tipo de gente já sabe retirar as larvas de olhos fechados e costumam cuidar dos próprios cães quando isso acontece. Mas se você tiver a opção de levar a um veterinário, leve e garanta que as larvas serão removidas do modo menos doloroso e perigoso para o cachorro.

Texto: Vívian Roncon
Fotos: 

domingo, 23 de março de 2014

O filhote chegou! Guia do que você precisa saber

Eeee! Seu filhote chegou!
Mas é agora? E o pânico de fazer algo errado e deixar o cachorro mal educado, gordo, doente....? Calma que é mais fácil do que se imagina e as coisas vai acontecendo naturalmente! Nessa postage, vou reunir tudo o que o dono, principalmente o dono de primeirva viagem, precisa saber para cuidar de seu filhotinho de cachorro!



LOCAL PARA O FILHOTE FICAR
Logo no início você não pode soltar ele na casa. É muita coisa pra ele conhecer e ele vai acabar se ferindo ou se perdendo. Escolha um cômodo livre de perigos (produtos químicos, poeira em excesso, fios elétricos, entulho, materiais cortante...). O ideal é deixar o filhote em um quarto ou área de serviço! Um lugar limpo onde o filhote possa passar pelo menos as primeiras semanas antes de dormir solto não casa. Lógico que com adultos olhando ele pode ir passear na sala, corredor, etc... Mas sozinho ele só pode ficar neste cômodo escolhido por você.

  • Cômodo seguro
  • Sem fios elétricos que possam ser mordidos
  • Sem coisas pequenas que possam ser engolidas
  • Sem produtos de limpeza ao alcance dele
  • Sem outros animais


TEMPERATURA E CLIMA
Cada raça tem uma pelagem própria e tolerância a determinadas temperaturas. Mas lembre-se que todo filhote está acostumado ao calor da mãe e dos irmãos. Então, independente dele ser peludinho, ele precisa ficar aquecido. Ele não pode pegar correntes de vente por janelas abertas e não pode ficar no sol. Você deve deixar para ele a opção se quer ficar em um pano, cama, azulejo, toalha, etc. Então, mesmo que esteja quente deixe um paninho para que o filhote possa dormir nele se sentir frio. Se ele não quiser não tem problema, mas se ele quiser e não tiver o pano pode resfriar! Outra coisa óbvia, é que nós primeiros dias o filhote não pode ficar no ar condicionado. A não ser que você regule a temperatura para não gelar quase nada e more em um lugar quente. Pense que o filhote precisa ficar em uma temperatura agradável, nem quente nem fria. Pode usar um ventilador no cômodo, só não pode deixar ele pegar vento da janela.

  • Protegido do vento da janela
  • Protegido do sol
  • Temperatura agradável, nem quente nem frio
  • Ar condicionado só se estiver muito quente lá fora e mesmo assim em uma temperatura alta
  • Ventilador para circular o ar se não estiver muito frio
  • Um pano sempre a disposição se ele quiser ficar em cima
  • Brinquedos para distrair
  • Muito jornal ou toalhas sanitárias espalhadas
  • Água fresca e comida a disposição sempre


RAÇÃO
Todo filhote deve comer o quanto quiser. Não regule muito a ração nos primeiros dias para evitar que ele fique sempre com fome e aprenda a pular quando você for dar comida. Coloque um pouquinho de ração, quando ele comer tudo que você colocou ponha um pouco mais, e assim por diante. Apenas se ele comer muita ração de uma só vez você não coloca mais ração. De qualquer forma um filhote vai comer várias vezes por dia e fazer vários cocôs e xixis por dia. Exatamente como um bebê humano. Maquininhas de comer e fazer cocô. Hehe Não se preocupe em engordar o filhote, pois filhotes gastam MUITA energia e estão em fase de crescimento. A comida só deve ser regrada e dada em horários certos a partir dos 8 meses.

  • Quando ele comer a ração disponível ponha mais um pouco
  • Sempre ponha pequenas porções de ração e deixe ele comer
  • Use a ração para filhotes até ele ter 1 ano
  • Use a ração que o canil estava já oferecendo
  • Não mude a marca da ração até os 4, 5 meses.


JORNAL OU TOALHA SANITÁRIA
Como eu disse ele vai fazer xixi e cocô o dia todo. Como a bexiga deles é muito pequena, enche rápidamente.  Até os 4, 5 meses o filhote não tem a capacidade de segurar o xixi, ou seja, encheu a bexiga? Ele vai fazer xixi onde estiver. Por isso é importante encher de jornais pelo chão, para que a chance dele fazer as necessidades no jornal aumente. NÃO BRIGUE COM O FILHOTE! Ele vai fazer xixi e cocô no lugar errado até os 5 meses! Quando ele fizer as coisas no lugar certo, dê palminhas e os parabéns para ele com uma voz amigável. Logo ele aprende que fez certo e você pode ir diminuindo as folhas de jornal conforme ele vai crescendo. Somente com uns 6, 7 meses o filhote vai aprender a parar o que estiver fazendo para ir até o jornal fazer xixi. O cocô eles aprendem mais rápido. Em qualquer idade do filhote, repare se ele começar a farejar ou se abaixar. É sinal que ele quer usar o banheiro e você deve colocá-lo rapidamente em cima do jornal para ver se ele faz lá. A Sarita usava um tapete higiênico, mas além dele é necessário espalhar jornal nos primeiros meses.

  • Muitas folhas espalhadas pelo chão
  • A bexiga dele enche e ele faz xixi onde estiver
  • Não brigue com o filhote
  • Dê os parabéns se ele fizer algo no jornal
  • Recolha o cocô assim que ele o fizer


BANHOS
Apenas depois dos 3 meses. O primeiro banho o bebê vai tomar no canil ou na petshop que você comprou. A partir dai ele só deve tomar com 3 meses. A vida inteira dê no cachorro apenas 1 banho por mês! Banho toda semana apodrece o pelo dos cães e dá problemas de pele. Você retira o óleo natural de proteção dos pelos e o cachorro fica com cheiro ruim, que não sairá nem quando ele tomar banho. Ao tomar banho o filhote deve ser totalmente seco e o dia deve estar quente e com sol. Em hipótese alguma o cachorro pode dormir "meio molhado", então dê banho cedo. 

  • Banho apenas com 3 meses
  • Só 1 banho por mês
  • Banho toda semana deixa o cachorro fedido e com problemas de pele
  • Banho apenas em dias de sol


ESCOVAÇÃO
Se seu filhote for um spitz alemão, o pelo de filhote será totalmente trocado. Você não precisa realmente pentear seu filhote, apenas desembarace os pelos para evitar que apareçam nós. Você pode usar até mesmo um pente de dentes largos ou uma escova para humanos (das que tem bolinhas nas pontas dos pinos). Se o filhote for hiperativo você pode deixar ele roendo um brinquedo para o distrair enquanto o penteia. Você pode desembaraçar os pelos apenas 1 vez por semana.

  • Não escove, só desembarace os pelos
  • Pode usar um pente de dentes largos ou uma escova para humanos
  • Ele vai perder muito pelo, é normal 
  • Se houverem nós, é preferível cortar eles fora à puxar e machucar a pele do filhote


DORMINDO À NOITE
Nós primeiros 3 dias o filhote pode chorar muito com saudade da mãe e dos irmãos. Então não brigue com ele! Ele é um bebê assustado e fora de casa. Você pode dormir com ele no chão nos primeiros dias, mas se ele estiver chorando você não faz nada. Se você estiver na cama e o filhote começar a chorar, ignore. Quando ele parar de chorar você pode ir pro chão ficar com ele. Isso é importante para que o cachorro não aprenda que se chorar você aparece e ele ganha as coisas. É de partir o coração deixar ele chorar, mas é importante para ele.

  • Ignore o choro
  • Só faça as coisas quando ele parar de chorar
  • Pode dormir no chão com ele nos primeiros dias
  • Não brigue com ele


BISCOITOS, OSSOS E PETISCOS 
Os filhotes só pode, comer ossinhos simples, aqueles brancos sem cheiro ou sabor, petiscos e biscoitos a partir dos 3 meses. O único biscoito que ele deve comer ainda filhote é o pedigree júnior, 1 por dia. Petiscos como biffinhos, carninhas, ossos com sabor ou coloridos, apenas quando adultos e raramen... Eles são muito fortes e podem deixar o animal com hálito ruim.

  • Não pode dar nada antes dos 3 meses
  • Biscoito só o pedigree júnior, 1 por dia
  • Ossinhos só os brancos, sem cheiro ou sabor


Texto e Fotos: Vivian Roncon

sábado, 8 de março de 2014

Max3 - Uso e indicações

É muito importante proteger o seu cão de parasitas! A doença do carrapato mata, a leishmaniose mata e existem doenças sérias provocadas por pulgas e piolhos que podem debilitar tanto o animal que provocam a morte. Então um cão protegido é essencial. 

O Frontiline é o mais conhecido entre os controladores de parasitas. Mas existem diversos tipos dele. Além de serem separados pelo peso do animal, alguns servem apenas para pulgas e carrapatos enquanto o PLUS serve para piolhos mastigadores também. Entaos e for comprar o Frontiline, compre o PLUS. E lembre-se: de cachorro para cachorro e de gato para gato. Usar um controlador de parasitas para cães em um gato pode fazer muito mal ao animal.

Como o Fromtiline para cachorros pequenos é de 0 - 10 kg e um Spitz Alemão pesa cerca de 3 kg, a margem de peso do Frontline é muito grande. Então, por indicação veterinária, cães pequenos como os pomeranians devem usar o MAx3! Ele serve contra todos os parasitas, incluindo o mosquito da leishmaniose e os piolhos mastigadores, além de ter a margem de peso de 0 - 4 kg. Bem melhor, né? Então vou falar sobre o Max3 e mostrar fotos da aplicação na Sarita.


SOBRE O MAX3
Ele é uma espécie de veneno que age APENAS contra animais invertebrados, deixando seu cão seguro. O efeito do Max3 age no sistema nervoso dos parasitas, matando animais adultos, larvas e ovos que estejam no cachorro, além de proteger o ambiente e evitar novas infestações. Ele pode ser usado para tratar infestações ou prevenir futuras. Assim seu cachorrinho pode andar na rua, brincar na grama ou conhecer outros cães sem perigo. Lembre-se que petshops e banho & tosas são os principais lugares onde seu animal pode pegar um parasita ou doença. Então deixe sempre seu cão seguro. Lembre-se, mesmo que o veneno aja apenas nos invertebrados ele pode intoxicar o cão e por isso NUNCA PODE SER INGERIDO OU TER CONTATO COM OS OLHOS!

12h após a aplicação os parasitas que residem no cachorro já começam a morrer. O cão fica protegido contra carrapatos por 2 meses e contra pulgas por 3 meses.


Primeiramente compre o Max3 de acordo com o peso do seu cachorro! No caso da Sarita e de outros spitz o Max3 é o tamanho P, para cães até 4 kg. 

MODO DE USO
Abra a caixinha e você irá encontrar a bula e a pipeta protegida por uma embalagem metalizada.


Abra a embalagem metálica apenas quando for aplicar o produto no cão! 
Ao abrir você encontrará a bisnaga ainda protegida por um plástico. Tudo isso é para evitar contaminação por se tratar de um veneno. Por mais que só mate invertebrados os controladores de parasita podem intoxicar animais e pessoas além de causar alergias.

Confira que a bisnaga possui 0,4 ml, o indicado para cães até 4 kg.


Agora é importante manter o cachorro parado e abrir o pelo no local da nuca até ver a pele. Ele deve estar sem coleira e não importa se está sujo ou se tomou banho há pouco tempo. Apenas não dê banho no cão pelas próxima semana. Afaste os pelos com as mãos e deixe a pele exposta, bem no meio da nuca.


Agora você aplica conteúdo da pipeta diretamente na pele do cachorro. Pode por uma gota no meio, mexer um poucoo pro lado e por outra, mexer mais um pouco e por outra... Mas o importante é que todo o produto seja colocado direto na pele! Não pingue o veneno no pelo do cachorro senão ele fará bem menos efeito. O Max3 deve ser aplicado na nuca para evitar que o animal se lamba.


Quando terminar de aplicar todo o conteúdo da bisnaga, abaixe os pelos, arrumando. Não esfregue o local com força! Apenas faça uma leve massagem se quiser ter certeza que espalhou o produto. Cuidado para não sujar as mãos, e lave bastante as mãos depois! Cuidado para que o cão não lamba o produto e para não cair nos olhos. Se o cachorro se mexe demais chame alguém para ajudar a segurá-lo.

Texto e Fotos: Vívian Roncon

segunda-feira, 3 de março de 2014

Cachorro comeu plástico?

Uma das piores coisas dos spitz alemão é o fascínio que eles tem por comer porcarias. Qualquer coisa que esteja no chão ele pega com a boca e mastiga pra só depois descobrir o que era. 

Mas independente da raça, cães e gatos filhotes também comem tudo que aparecer pela frente. É o período ORAL do desenvolvimento, que os bebês humanos também tem. Um período para descobrir o mundo através da boca, colocando tudo dentro dela para descobrir se é comível ou não. 

Por isso é preciso tomar cuidado ao passear com os cães. Sempre de coleira para que você veja e possa evitar que ele coma lixo, e se for um spitz alemão o cuidado deve ser redobrado inclusive dentro de casa.

Varreu a casa? Fez um montinho de sujeira e foi buscar a pá para recolher? Se você não ficar esperto, quando voltar seu spitz já desfez o monte de poeira e comeu metade. Acontece que poeira não é algo tão perigoso... Mas e o plástico?


COCÔ COM PLÁSTICO

Todo mundo já sabe que o plástico não é biodegradável e por tanto não é digerível. Se o cão ou gato comeu plástico (um brinquedo, tampinha de refrigerante, saco de supermercado...), ele vai sair inteiro nas fezes. O negócio é, se saiu nas fezes tudo bem! É sinal que o plástico entrou, percorreu o sistema digestivo e saiu. O problema é se o objeto de plástico ficar preso dentro do animal. 


OBSTRUÇÃO GÁSTRICA

A obstrução da saída gástrica refere-se a qualquer condição que mecanicamente prejudica o esvaziamento normal do estômago para o intestino delgado. É justamente quando um objeto se prende no interior do animal e fecha ou prejudica algum pedaço do órgão. Uma obstrução gástrica é muito seria e muitas vezes o cão morre sem que o dono perceba o que aconteceu. Por isso é importante observar detalhes que podem indicar que o bicho está entalado com alguma coisa, ou com outro problema.
  • . Pupilas dilatadas
  • . Inquieto
  • . Choramingando
  • . Ofegante mesmo descansado
  • . Chamando atenção com olhar triste
  • . Querendo ficar o mais perto das pessoas possível
  • . Parar de comer
  • . Parar de beber água
  • . Vomitar até não ter mais nada no estômago e continuar tetando vomitar
  • . Fezes gosmentas ou gelatinosas
  • . Se o cão é acostumado a comer porcarias, qualquer alteração de comportamento é importante

SALVANDO O ANIMAL

Não é necessário que o animal tenha todos estes sintomas! Ao menor indício de obstrução gástrica, corra com o pet para um veterinário que fará exames para atestar o problema. Ele irá fazer uma endoscopia ou colonoscopia (dependendo de onde o objeto se prendeu). Em casos extremos será necessária intervenção cirúrgica para salvar o animal.


SARITA, SPITZ ALEMÃO COMEDORA DE TUDO QUE NÃO PRESTA 

Sarita tem pouco mais de 1 ano e já comeu muita porcaria. Já comeu sabonete, tampinha de garrafa, engoliu ossinho inteiro, comeu papel, tufos de cabelo e plástico. O plástico eu só descobri hoje quando cheguei em casa e encontrei esse cocô estranho no jornal.


Desculpem a foto! Mas é importante para identificarem nas fezes dos seus animais!

Como vocês podem ver, o cocô da Sarita estava gelatinoso e com um pedação de plástico! Ela fez cocô assim duas vezes, mas não parou de comer nem teve nenhum sintoma de obstrução. A primeira coisa que fiz ao ver essas fezes foi oferecer ração pra Sarita e ela comeu bastante! Também bebeu muita água e continuou agindo normal. Então no caso dela o plástico entrou e saiu. Mesmo que ainda tenha um pedaço de plástico dentro dela ele deve sair normal na próxima vez que ela for no jornal.

Mas então eu precisava descobrir o que ela comeu! Procurei pela casa e encontrei embaixo da cama, lugar onde a Sarita reúne seus "tesouros" ( rsrs ) esse saco plástico rasgado.


Essa cadelinha é muito sem vergonha mesmo... Hehe 
Mas eu amo mesmo comendo tanta porcaria! Espero que ela esqueça os sacos plásticos daqui pra frente.

Texto e Imagens: Vivian Roncon