Pesquise aqui

Custom Search

domingo, 3 de novembro de 2013

Comportamento - Agressividade / Matando outros bichos

O Spitz Almeão é um cão pacífico e que dificilmente causa transtornos por agressividade, mas toda regra tem exceções e isso pode vir a acontecer por diversos motivos. Vou explicar as causas e os tipos de agressividade nesta postagem. Espero que gostem!!!



CRIAÇÃO ERRADA E EUTANASIA
Infelizmente a agressividade é responsável por muitas eutanasias todos os anos. Um cachorro agressivo pode ser assustador e dependendo do tamanho é capaz de matar uma pessoa adulta facilmente. Cães criados de forma errada, estressados e mal-amados que acabam sendo sacrificados por preguiça dos donos. No EUA esse é um problema sério! Eles pegam os filhotes bonitinhos e quando o animal cresce eles esquecem em um canto. O cão fica problemático, mal-educado e agressivo... Aí o que eles fazem? Mandam sacrificar e pegam outro filhotinho bonitinho para começar tudo outra vez.



RESPONSABILIDADE COMO DONO E TUTOR
Você não é apenas dono. Você é responsável por aquele ser em sua vida inteira, que pode levar até 16 anos! Então a decisão de se ter um cachorro deve vir após muita conversa com todos os membros da família. Se todos estiverem de acordo e aceitarem se responsabilizar eternamente pelo cachorrinho, aí sim o cão deve chegar para aumentar a família.


AGRESSIVIDADE OU BRINCADEIRA?
É preciso conhecer o cão para ter certeza em alguns casos. Cães brincam de correr uns atrás dos outros, latem, rosnam, muitas vezes brincando. São sinais ruins se houverm gritos e choro, pêlos arrepiados, baba, e mordidas no ar. Aqui vão alguns exemplos de brincadeiras e agressividade:

Brincadeiras:
  • Correr um atrás do outro
  • Pular no lugar
  • Morder sem machucar
  • Puxar orelhas ou rabo de outro cão sem machucar
  • Dar patadas em você ou no focinho de outro cão
  • Rabo balançando
  • Orelhas eretas
Agressividade:
  • Orelhas para trás
  • Rosnados fortes
  • Cabeça baixa
  • Pêlos da costa arrepiados
  • Costa arqueada para cima
  • Rabo parado

INSTINTO DE CAÇA - MATANDO PEQUENOS ANIMAIS
Quando filhotes brincam de correr um atrás do outro, jogar um de barriga para cima, morder as orelhas da mãe... Até mesmo correndo atrás de bolinhas ou gravetos! Tudo isso é instinto de caça. Filhotes brincam treinando como devem caçar quando adultos. Não esqueça nunca que cães são carnívoros e animais predadores apesar de domesticados! Então eles tem instinto de caça e de sobrevivência como qualquer predador.
Por esse motivo, é natural cães caçaram insetos, pequenos animais como aves e roedores, gatos e até mesmo cachorros pequenos. Algumas raças tem tendência para estas caçadas e esse tipo de coisa deve ser prevista antes de pegar o cão para criar. Vou dar alguns exemplos aqui:
  • Husky Siberiano: Lindos, amáveis, travessos e caçadores! Ao mesmo tempo que eles amam adultos e crianças, eles caçam qualquer animal pequeno que se mova. Eu já vi um Husky acabar com uma criação de dezenas de coelhos! Mas é culpa do cachorro? Não. É culpa do dono que deveria ter estudado a raça antes de ter a escolhido. Todo Husky é caçador e por isso não devem ser criados onde existam outros animais menores. Eles também amam destruir plantas e quebrar vasos... Mas tudo fruto da raça.
  • PitBull: Lindos, mansos, confiáveis, amigos e odeiam outros animais. Diferentemente do Husky que caça mais por brincadeira que outra coisa, o Pitbull odeia outros animais e principalmente outros cães. Essa é uma raça modificada específicamente para rinhas de cães, então é natural que o instinto dele seja matar outros cachorros que aparecerem. Culpa do Pitbul? Não. Todo mundo que escolheu ter um Pitbull deve saber que ele deve ser criado sozinho, nunca com outro cachorro menor e só deve passear de focinheira para não agarrar o cachorro de outra pessoa na rua. São cuidados que o dono deve ter por conhecer a raça e saber que eles atacam outros cães sim. São cães ótimos e muitos dizem que são os mais amigos de todos. Atacar outros cães não quer dizer que o Pitbull é brabo, matador ou que irá atacar humanos! Pelo amor de Deus... É só o instinto da raça. Ele continua sendo um cachorro espetacular e que se dá muio bem inclusive com crianças!
  • Borzoi e outros Galgos: Esse é um exemplo de cão caçador. Eles, como todos os galgos, foram criados para correr atrás de lebres e coelhos. Logo, se um cachorrinho pequeno sair correndo na frente dele o instinto o fará correr atrás e pegar o bichinho na boca. Os Borzois não matam na mordida, matam chacoalhando a cabeça. Portanto mesmo que peguem um cachorro pequeno, se você resgatar ele antes que o Borzoi chacoalhe, o pequeno estará a salvo.
Esses são só 3 exemplos. Existem muitas raças com tendência a caçar ou matar outros animais. Por isso você sempre deve estudar o máximo possível da raça antes de pegar o cachorro! Só pegue o animal depois de saber tudo sobre a raça e estar preparado para suprir as necessidades dele e evitar aborrecimentos. Essas raças que matam outros animais por instinto não podem ser consideradas agressivas. Nenhum cão que mate outro animal por tendência da raça por ser considerado agressivo ou instável. É o normal dele.


TIPOS DE AGRESSIVIDADE

- DEFENSIVA
O cão acuado ou ameaçado ataca para se defender. Se você estiver dando uma bronca no cachorro e ele tentar se esconder ou baixar a cabeça, deixe. Insistir em pegar um cão amedrontado, por o dedo na cara dele quando estiver brigando ou bater irão fazer seu cão atacar. Nunca bata em seu cachorro e respeite o espaço dele! Se encolher em um canto, se enfiar embaixo de um móvel, baixar a  cabeça e as orelhas, deitar de barriga para cima, são pedidos de desculpa do seu cão. Ou seja, a bronca funcionou e você não precisa continuar brigando. A agressão defensiva também justifica cães que tentam morder enquanto são escovados ou estão sendo tratados por um veterinário. Ele se defende do que é desconfortável para ele.


- TERRITORIAL
Todo cachorro defende o seu território e os membros da sua matilha. É por isso que os cães de guarda existem! Se alguém tentar bater nos membros da família ou pular um muro, o cão automaticamente irá proteger o que é seu e atacar. Um cão que tem essa atitude não pode ser considerado agressivo! Não culpe o cão por um ato heróico... Ele nunca vai entender que deveria deixar te baterem ou invadirem a casa. É preciso apenas ficar de olho para que essa proteção não passe dos limites! Um cão territorialista não permite nem que o dono namore ou que algum entregador chegue na residência. Ele precisa confiar em você e ficar calmo sempre que você estiver calmo.

- ESTRESSE
Um cão estressado fica completamente desequilibrado e pode atacar os membros da família sem motivo aparente. Esse é o motivo mais difícil de corrigir, pois é preciso encontrar o motivo do estresse, acabar com ele e acalmar o cachorro.

- SOFRIMENTO - DOR
Todo animal machucado pode atacar por achar que você vai machucá-lo ainda mais. Se o cachorro está com dores você deve mexer nele com cuidado e prevendo qualquer ataque. Se um animal sofrendo te morder não o culpe. Isso varia de acordo com a proximidade do homem e do cao... Por exemplo, um cão de rua atropelado nunca vai imaginar que você quer o ajudar. Com a dor que ele sente a primeira coisa que vai fazer é tentar atacar. Por tanto, para resgates deve-se usar uma coleira e uma caixa transporte, evitando o contato direto com o animal sofredor. Se o cão começa a atacar sem motivo nenhum aparente, leve-o ao veterinário e peça que ele investigue se o cão está com dores.

- MEDO
Um cão medroso ou ansioso pode atacar se colocado em uma situação desesperadora. Por exemplo, cães que tem medo de fogos de artifício podem morder se você tentar segurá-lo durante uma salva de fogos e bombas. O mesmo se dá com trovões, barulhos estranhos, a presença de animais de grande porte, etc... O medo faz o cão atacar.

- REPRODUÇÃO
Se tem uma fêmea no cio por perto o macho fica incontrolável. Se a fêmea estiver sendo coberta por ele ou mesmo se ela estiver em outra casa próxima, o feromônio faz com que os machos alvoroçados possam atacar. Isso se dá porque eles querem muito encontrar a fêmea e precisam que as pessoas "saiam do caminho". Fêmeas também podem ter esse comportamento e tentar fugir de casa para encontrar machos na rua.


OS CÃES QUE MORDEM
As principais vítimas de mordidas são as crianças justamente por não saberem respeitar o espaço dos animais. Puxar orelhas, bater, jogar coisas, gritar e correr, são mais do motivos para um cão desequilibrado atacar. E uma pesquisa mundial mostrou que os machos não castrados são os que mais atacam.
Mais da metade dos ataques caninos foi culpa da própria vítima, por isso é importante sabe como agir. Aquele negócio que "o cachorro fareja o medo e ataca" é verdade sim. Ele consegue sentir a adrenalina e isso o deixa excitado. Qualquer grito ou corrida é incentivo para que o cão comece uma perseguição, mesmo sem querer machucar a criança. Outra dica é nunca olhar nos olhos do cachorro se ele estiver se mostrando arredio ou agressivo. O contato visual o induz ao ataque.

Como age o cão prestes a atacar:

  • Encara a "vítima"
  • Mostra dentes
  • Rosna
  • Eriça os pêlos da costa
  • Cauda movimentando rápido
  • Orelhas baixas
  • Cabeça baixa sem tirar o contato visual
Como evitar ser mordido:

  • Nunca mexa com um cão desconhecido
  • Se o cachorro desconhecido chegar até você fique totalmente parado
  • Não corra
  • Não grite
  • Mantenha os braços retos junto ao corpo e as mãos fechadas
  • Mantenha as pernas fechadas
  • Não olhe para o cão e sim para o horizonte
  • Se você estiver no chão, deite de bruços com as mãos na nuca protegendo a lateral do rosto.
  • Fique imóvel até o cão ir embora ou alguém chegar e controlá-lo

Texto: Vivian Roncon

2 comentários:

  1. Meu filhote tem 3 meses, o canil me recomendou dar apenas 30 gramas de ração por dia, acho tão pouquinho e ele parece estar o tempo todo com fome tadinho, fica louco quando escuta o barulho da ração ou vê a gente comendo algo, é normal isso, ou ele está passando fome?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gustavo, o canil deve ter informado errado, é muito pouca comida e ele está sim passando fome!
      spitz nao tem tendencia a engordar e sao muito ativos, gastam muita caloria todo dia, por isso eles podem ficar com a ração a vontade enquanto são filhotes. pode deixar ele comer o quanto quiser pois ele está em fase de crescimento!

      se vc achar que ele está comendo muito (ou daqui a uns 3 meses quando ele já nao for tao pequeno), voce pode oferecer a ração de manha e de noite e deixar ele comer a vontade, depois de meia hora vc retira a ração. assim ele vai aprender o horario de comer e não vai passar o dia todo comendo.

      vc pode deixar a ração a vontade ate ele fazer uns 8 meses... só regre se ele começar a engodar. a sarita quando fazia 3 ou 4 cocôs por dia quando era filhote! e nunca engordou. pois estava em fase de crescimento

      Excluir