Pesquise aqui

Custom Search

domingo, 12 de janeiro de 2014

Uso da força para educar - NUNCA!

Adestrar um cão errado pode causar muitos problemas futuros. O cão fica assustado, acuado, medroso e pode ficar agressivo na tentativa de se defender. Um cão que apanha tem dificuldade de confiar nas pessoas e pode ter reações regressivas, como voltar a fazer xixi e coco no lugar errado ou roer coisas que não pode.

Se o adestramento for feito da forma correta, sem o uso da força ou ameaça, o resultado é muito melhor e a relação humano x cão fica ainda mais forte. Sem contar que ao se obrigar a adestrar um cão da forma correta você se torna uma pessoa mais paciente e calma. É um treinamento tanto para o cachorro como para o dono!

Quem ama os animais e busca o bem deles, deve transformar as pessoas ao redor indicando o melhor modo de educarem seus cães também. Devemos dividir experiências e dar dicas para que não só os nossos cães, mas os cães dos nossos conhecidos também possam ter uma boa educação sem dor, traumas ou sofrimento.

Para ensinar o que é errado você deve repreender o cão com a voz firme, sem gritar. Mostrar para ele que você ficou triste ou se machucou (dar um gritinho de dor ou simular um choro) e encerrar a atividade se retirando do local e deixando o cão para tras. Ignore o cão por alguns minutos, esse é o maior castigo que ele pode ter.

Para ensinar que ele fez o certo, bata palminhas, use palavras de encorajamento e carinhosas, faça cafuné ou dê um petisco. Ele logo aprenderá que vale a pena fazer o que é certo.

Texto: Vivian Roncon

Nenhum comentário:

Postar um comentário